Releasing the Archive

RELEASING THE ARCHIVE
Arte, Antropologia ou Performance?

INAUGURAÇÃO: 23.04.2021 | 14-21h
EXPOSIÇÃO: 24.04. — 04.07.2021

Uma exposição a partir do trabalho de investigação e criação visual do antropólogo norte-americano Doug Bailey.

#arte #antropologia #performance #conhecimento

A par do fecho de um velho e semi-abandonado museu antropológico em São Francisco, Doug Bailey, professor e investigador de Antropologia Visual, recebeu parte do acervo desse museu, naquilo que compreendeu ser um problemático arquivo fotográfico de fundamentos éticos duvidáveis. Em centenas de imagens de 35mm, esse arquivo continha perturbadores e aleatórios registos de categorização étnica, dissecação animal e biologia humana.

Aquilo que lhe chegou às mãos era verdadeiramente bizarro; ainda que desorganizado, desconexo e com um mistério inerente ao tempo passado, denotava evidentemente todos os resquícios do cariz colonizador da Etnografia e Antropologia euro-americana.

Nesta exposição, Doug Bailey problematiza o papel dos arquivos visuais na questão da memória, da cultura e do poder político.

Releasing the Archive é assim tanto sugestão como provocação, numa tentativa de libertar as almas-aprisionadas mas também de incitar (a)o debate sobre a existência e o tratamento de certo tipo de material de arquivo.

A exposição, agora desenhada para o tema da programação de cruzamento “Para os olhos mas não só” das Carpintarias de São Lázaro, propõe ainda uma abordagem performática, onde o público desempenha um papel central bem como a realização de debates durante o mês de junho onde diversos participantes e o público poderão trazer e discutir as suas próprias experiências.

Doug Bailey (1963) é um antropólogo visual, fotógrafo e arqueólogo cujo trabalho atravessa as fronteiras disciplinares das intersecções entre Arte, História e Arqueologia. Atualmente é Professor de Arqueologia Visual, na Universidade estadual de São Francisco (EUA).


CONVERSA/DEBATE:
Sábado, 19 de junho de 2021 às 17h00, realiza-se nas Carpintarias a conversa Qual o destino das nossas imagens?, no âmbito da exposição Releasing the Archive, agora patente no Centro Cultural.
​A conversa aberta ao público contará com a participação de Doug Bailey, Rosa Bela Azevedo (Arquivo Nacional Torre do Tombo), Rita Cachado (CIES, Iscte-IUL) com investigação em conjunto com Sónia Vespeira de Almeida (NOVA-FCSH) e os artistas Luciana Fina e Manuel Botelho.
Dentro do ciclo de programação das Carpintarias, Para os olhos mas não só, este encontro procura expandir o conhecimento e levantar perguntas sobre a realidade, a prática e o futuro do arquivo visual, seja daquele que é histórico ou do que se encontra em construção.
​Esta iniciativa tem o apoio da FLAD – Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.


​FICHA TÉCNICA

Programação:
“Para os olhos mas não só” 2021
Carpintarias de São Lázaro – Centro Cultural

Desenho de Exposição:
Fernando Belo

Desenho de publicação:
Alda Galsterer
Ana Malta

Design de comunicação
Ana Malta
Fernando Belo
Alda Galsterer

Textos:
Luísa Correia da Silva
Fernando Belo

Comunicação e Produção
Luísa Correia da Silva
Luís Leal

Montagem:
Filipe Dominguez
Luís Leal

Montagem Iluminação:
Hipnose

Acolhimento ao Público:
Ana Rita Dias
Joana Vieira
Júlia Ataíde
Marquesa Giraud
Milagros Montejano
Naomi Machado

Agradecimentos:
Museu Internacional de Escultura Contemporânea - Santo Tirso