34-Back-of-My-Hand-05-D.jpg

Back of My Hand

exposição coletiva com a curadoria de Sara Castelo Branco

5 maio — 26 junho 2022

Com obras de:

  • Basma Al-Sharif;

  • Diogo Evangelista;

  • Hugo de Almeida Pinho;

  • Ismaïl Bahri;

  • João Tabarra;

  • Julien Prévieux;

  • Nguyễn Trinh Thi;

  • Oscar Santillán;

  • Sanaz Sohrabi;

  • Uriel Orlow.


 

“A mão foi, em mais do que um aspecto, o nosso destino”, afirmou Elias Canetti. Esta aparente predestinação fez em parte com que a mão fosse uma das partes mais simbolizadas do corpo humano, sendo um órgão modelar para se falar da correspondência entre teoria e prática, pensamento e concretização – algo que está inscrito na própria palavra “mão”, que partilha a raiz etimológica com “manifestação”: manifesto é tudo aquilo que pode ser alcançado por ela. Os gestos expressam tanto elementos ancestrais e contínuos, como sintomas e traços específicos de uma determinada época, revelando consequentemente o que podemos apreender da nossa própria condição contemporânea. A partir deste contexto, a exposição colectiva Back of My Hand baseia-se no modo como diferentes artistas trabalham sobre as potencialidades poéticas e políticas da mão, e a sua relação com certas dinâmicas envolvidas na (in)visibilidade das imagens. A exposição apresenta portanto uma série de obras em que a mão aparece como um mecanismo de acção, revelação ou performatividade, reflectindo sobre um espaço tensionado entre o que a imagem torna visível, e o que nela existe em resistência e ininteligibilidade.

Back of My Hand insere-se no vetor de programação Para os olhos mas não só das Carpintarias de São Lázaro.

Programa paralelo: conferências, conversa e screening.

 

  • 21 Maio: Philippe-Alain Michaud & Sami Khatib, moderação de Jorge Leandro Rosa. + INFO

 

  • 18 Junho: Stefanie Baumann & Sven Spieker, moderação de / moderated by Teresa Mendes Flores + INFO


Apoio: República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes